Sideral
Sideral

2021 15'19", ficção

PREMIADOS COMPETITIVA NACIONAL, COMPETITIVA NACIONAL - CURTAS

Sinopse

Na Base Aérea de Natal, o Brasil se prepara para lançar o primeiro foguete tripulado para o espaço. Este dia histórico afeta a vida de Marcela, Marcos e seus dois filhos. Ela é faxineira e ele, mecânico, mas ela sonha com outros horizo

Trailer

Vídeo Debate

Direção

Carlos Segundo

Indicado à Palma de Ouro no Festival de Cannes com o curta Sideral (2021), Carlos Segundo é diretor, fotógrafo, roteirista e montador. Suas outras obras mais recentes são: o curta De Vez Em Quando Eu Ardo (2020) e o longa Fendas (2019), ambos com estreia no FID Marseille; e os curtas Subcutâneo (2018) e Ainda Sangro Por Dentro (2016), ambos com estreia no Clermont-Ferrand Film Festival. Docente do curso de Audiovisual no Departamento de Comunicação Social da UFRN [Universidade Federal do Rio Grande do Norte]. Coordenador do curso de Comunicação Social Audiovisual entre 2019 e 2021. Doutor em Multimeios pela Unicamp (2016). Mestre em Psicanálise e Cinema pela Universidade Federal de Uberlândia (2011), pós-graduado em Filosofia da Arte pelo IFITEG/ UEG (2008). Coordenador e curador de festivais, mostras e oficinas de formação. Sócio diretor da produtora “O sopro do tempo”.

Créditos

Direção: Carlos Segundo

Produção: Mariana Hardi, Pedro Fiuza, Damien Megherbi, Justin Pechberty.

Fotografia: Carlos Segundo e Julio Schwantz

Som: Miguel Sampaio

Roteiro: Carlos Segundo

Montagem: Carlos Segundo, Jérôme Bréau

Direção de Arte: Ana Paola Ottoni